SHINGON MIKKYO
Shingon é a forma do budismo exotérico japonês, também chamado Shingon Mikkyo.  Os ensinamentos do Shingon são baseados em Sutras. Através da cultivação de três segredos: a ação do corpo, da fala e da mente, somos capazes de atingir a iluminação do corpo. Quando conseguimos manter este estado de espírito, podemos nos tornar um só com a energia vital do universo. Fenômenos naturais tais como montanhas e oceanos e mesmo os seres humanos expressam a verdade descritos nos sutras. KOUYASAN (Monte Kouya), localizado na província de Wakayama no Japão, é um monastério de referência mundial sobre os ensinamentos Shingon.


CASA NINJA
As casas eram aparentemente normais, mas guardavam algumas surpresas. A fim de evitar que os equipamentos de fabricação de explosivos fossem roubados pelos inimigos, as Casas Ninjas eram equipadas com armadilhas e corredores falsos, alem de passagens secretas para fugas, portas escondidas e lugares para esconder armas.


KUJI NO IN / KETSU IN
Kuji no In (nove selos) derivou-se dos ensinamentos Shingon, conseqüentemente é uma forma de meditação budista.
A prática de fazer nove cortes relacionados ao Kuji no In, cinco horizontais e quatro verticais, no ar com seu dedo ou em papel com um pincel é conhecido como Ketsu In (Kuji Kiri), nove cortes. No Japão, a prática de Kuji-in que representa todas as forças do universo unidos contra o mal. Devido a isso, era comumente usado por pessoas que viajam, especialmente nas montanhas para ter sorte. Era usado para aumentar a concentração antes de começar um importante trabalho, missão ou batalha.

SHINOBI IRO HA
Código especial dos Ninjas. O código era difícil de decifrar a fim de prevenir que as pessoas entendessem. As letras consistiam em 49 caracteres e 2 tipos de kanji unidos. Os kanjis da esquerda representavam os 5 elementos e 2 humanos. Eram eles: madeira, fogo, terra, ouro, água, homem e corpo. Os da kanjis da direita representavam cores:  cor, azul, amarelo, vermelho, branco, preto e roxo.
DISFARCES
Adquirir informações, sabotar, matar, espionar...algumas funções eram extremamente perigosas para os ninjas quando se infiltravam em território inimigo. Para isso eles contavam com diversos tipos de disfarces tais como: MONGES, PESCADORES, DANÇARINOS e FAZENDEIROS. As Kunoichis também eram peritas em disfarces.
NEKO NO MEDOKEI
É dito que os Ninjas eram bons observadores de animais. Muitas técnicas do ninjutsu foram criadas observando ou imitando vários animais. Naquela época não havia relógio, porém havia um substituto: Os gatos!! A pupila felina muda nitidamente durante o dia. Os Ninjas as comparavam conforme passava o dia.